O Pequeno Príncipe

O livro de hoje é um clássico da literatura universal, que tem encantado gerações, sem nunca perder o encanto. Uma obra classificada como infantil, mas que serve para todas as idades. Um livro para nos acompanhar pela vida toda, sendo relido de tempos em tempos. É O Pequeno Príncipe, escrito por Antoine de Saint-Exupéry, publicada pela primeira vez em 1943, em plena Segunda Guerra Mundial. A obra já recebeu diversas edições, para todos os gostos e para todos os bolsos (adquirindo seu exemplar pelo nosso link da Amazon ou na Livraria da Travessa, você ajuda o blog a crescer), mas o meu é bem velhinho, comprado em sebo, de 1967, 13ª edição, pela editora Agir, tradução de Marcos Barbosa.

Adquira O Pequeno Príncipe
PequenoPrincipe3

O livro conta é narrado por um piloto de avião (o próprio autor do livro), que cai com seu veículo no meio do deserto do Saara, onde encontra um rapazinho louro com um cachecol vermelho que alega ter vindo de um pequeno planeta, mais assemelhado a um asteroide, e vivido muitas aventuras até chegar na Terra. Enquanto tenta consertar seu avião para retornar ao seu país, o piloto conversa com esse misterioso principezinho, desenvolvendo a história do livro.

PequenoPrincipe5

A obra é catalogada como infantil, mas guarda lições importantes para o adulto. Cheia de simbolismos e metáforas, algumas vezes difíceis de decifrar, Saint-Exupéry explora os vícios humanos e as incoerências encontradas nas pessoas, ensina sobre os afetos e a nossa responsabilidade para com eles, sobre as aparências enganosas e como perceber o que realmente importa. Afinal…

Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos

Acima como essa aqui em cima, muitas frases do livro ficaram famosas e fazem parte do nosso cotidiano. Algumas chegaram a figurar em embalagens de bombons e balas, comerciais de TV, entre outras formas de marketing.

PequenoPrincipe9

O livro pode ser interpretado das mais diversas formas, inclusive dependendo do momento da vida em que o leitor está. Por isso mesmo eu recomendo que você, amigo leitor, releia seu exemplar de tempos em tempos. Você verá como a cada leitura seu significado se aprofunda. Até porque, da forma como eu interpreto a história, ela se assemelha ao nosso crescimento pessoal, ao nosso amadurecimento. Às vezes, conseguimos entender melhor alguma passagem só depois de ter alguma experiência mais específica. Os próprios habitantes dos planetas visitados pelo principezinho: parecem tão bizarros quando somos crianças e depois se tornam tão compreensíveis quando crescemos.

PequenoPrincipe16

As relações do Pequeno Príncipe com a sua Rosa, ou com a Raposa, e mesmo com a Cobra, tão estranhas à princípio, tornam-se mais palpáveis à medida que nos relacionamos com outras pessoas. Passamos a nos perceber neles, em relacionamentos complicados, algumas vezes abusivos, outros ingênuos, suaves, alguns que deixam recordações boas, outros nem tanto assim, mas todos deixando sua marca em nossas vidas e compondo nossa personalidade, nosso jeito de ser.

PequenoPrincipe12

Um livro mais que recomendado, pare ser lido e relido em todas as fases de nossas vidas. Eu mesma já perdi as contas de quantas vezes folheei essas páginas, sempre me emocionando e aprendendo um pouco mais sobre mim mesma. Um livro para dar de presente, para se dar de presente, para ler junto com outros ou sozinho. Um livro para toda a vida!

Adquira O Pequeno Príncipe

Boas leituras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: