Resenha – Pessoas Normais

A primeira vez que vi algo a respeito de Pessoas Normais foi nos perfis literários do Instagram, a maioria com resenhas extremamente elogiosas. Na capa do livro, dizia-se que era o fenômeno literário de nossos dias e a curiosidade cresceu. Portanto, solicitei o meu exemplar digital à Companhia das Letras (Papo Literário faz parte do Time de Leitores 2020) assim que o vi disponível na plataforma NetGalley. Porém, minha experiência com esse romance de Sally Rooney não foi das mais agradáveis e vou contar um pouco mais nessa resenha.

Adquira Pessoas Normais na Amazon

O livro conta a história de Marianne e Connell, que iniciam um relacionamento amoroso no final do que, para nós, seria o Ensino Médio, e se reencontram na faculdade, retomando o “namoro”. E é basicamente isso o que acontece, uma série de idas e vindas de um casal que claramente se gosta, mas que não consegue ficar junto por falta de diálogo e problemas psicológicos não tratados de ambos os lados. Problemas esses que me fazem querer gritar a plenos pulmões: “FAÇAM TERAPIA!”

Ultimamente, é consumido pela sensação de que na verdade ele é duas pessoas diferentes, e em breve terá que decidir qual pessoa será em tempo integral e deixar para trás a outra pessoa.

A primeira coisa que me incomodou no livro foi a escrita. Em alguns momentos, eu senti que estava lendo uma espécie de script, cheio de “ela disse” e “eu disse”. Em outros momentos, parecia haver uma tentativa da autora de fazer algo hot, mas que não funcionou e chegou a ficar estranho. Isso, talvez, case com algumas questões internas das personagens que são colocadas no decorrer do livro, mas ainda senti que essa parte poderia ter sido construída de outra maneira.

O segundo aspecto que me incomodou é a forma como os problemas são tratados na trama, tanto os psicológicos, quanto os familiares e sociais. A autora traz muitos assuntos pertinentes e urgentes, como a violência doméstica, o bullying nas escolas e diferenças entre classes sociais, para citar alguns exemplos. Porém, a forma como ela coloca os assuntos me pareceu displicente, como se eles fossem jogados no nosso colo apenas para justificar o comportamento dos protagonistas, mas sem realmente serem trabalhados. E nem falo sobre rotular problemas, pois, fazendo apenas uma breve comparação, Por Lugares Incríveis, de Jennifer Niver utiliza temas semelhantes e sem diagnósticos, mas trabalha-os de forma espetacular! (resenha aqui)

Talvez estivessem apenas curiosos para observar a química entre duas pessoas que, ao longo de vários anos, pareciam ser incapazes de deixar o outro em paz.

Por fim, eu fiquei com a sensação de que a história não chegou a lugar nenhum, principalmente por causa do relacionamento ioiô dos protagonistas. Talvez, a maior parte da minha implicância com o livro seja mesmo o relacionamento que vai e volta, algo que vi acontecer com pessoas a meu redor e que nunca foi agradável. Relacionamentos tão tóxicos, que nem conseguimos saber de onde está vindo a toxicidade.

O livro ganhou uma adaptação na forma de série, no Starzplay, com o roteiro produzido em conjunto com a própria autora (você pode assistir através de sua assinatura da Amazon Prime, clique aqui e saiba mais). Eu não assisti, mas, pelo que andei conversando com colegas que assistiram, a série acaba revelando alguns pontos que não ficaram tão claros na obra escrita, servindo como um complemento dela. De qualquer maneira, também é uma opção para quem estiver em dúvida sobre a leitura: se gostar da série, há uma boa chance de gostar do livro!

Moça olhando para um kindle com a capa do livro Pessoas Normais. Ela está com o cenho franzido e a boca contraída, em expressão de desagrado.

Pessoas Normais não foi um livro que me cativou e sei que ele tem divido muito as opiniões por aí (depois que comecei a leitura, surgiram algumas resenhas negativas). Claro que a leitura é algo muito pessoal e você pode ter uma visão completamente diferente da minha. Na dúvida, dê uma olhada em outras resenhas e veja alguns episódios da série.

Adquira Pessoas Normais na Amazon

Se, apesar das opiniões, você se interessou por Pessoas Normais, compre com meu link de associada Amazon! Você não paga nem um centavo a mais pelo produto e ainda apoia meu trabalho, contribuindo para que eu possa continuar produzindo conteúdo para vocês!

Você também pode assinar a Amazon Prime pelo meu link e desfrutar das séries que estão em seu catálogo, como a adaptação do livro de hoje!

2 comentários em “Resenha – Pessoas Normais

Adicione o seu

  1. Gostei bastante das suas impressões sobre o livro. Confesso que estava bastante curiosa para conhecer esse livro que tem dado o que falar e fica aparecendo quase que o tempo inteiro na minha timeline do instagram hahaha.

    Não sei se leria, lendo sua resenha me pego do dilema de que eu particularmente odeio histórias de relacionamentos io-io… Assim como você os acho completamente tóxicos porque já vi acontecer com pessoas próximas e já vivi em relacionamentos assim…

    Grande Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá!

      Muito obrigada! Fico muito feliz que tenha gostado da resenha! ❤️

      Realmente, se esse tipo de relacionamento não te agrada, eu não indicaria a leitura do livro, porque é praticamente só esse o assunto. Existem outros aspectos que a autora tentou abordar, mas que, do meu ponto de vista, acabou não dando muito certo…

      Fico feliz em ter ajudado em sua decisão! =D

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: