Missionários da Luz

Olá, pessoal! Hoje estou aqui para falar sobre mais uma pérola da nossa Doutrina Espírita. Trata-se do terceiro livro da série A Vida no Mundo Espiritual, Missionários da Luz, autoria de André Luiz, pela psicografia de Francisco Cândido Xavier. O livro já está em sua 45ª edição pela FEB Editora, de 2014, contando com 382 páginas (você pode adquirir o seu pelo link: Amazon ou Livraria da Travessa). A edição que eu tenho é a 26ª, mais velhinha, como vocês podem ver na foto. A primeira edição é de 1945.

WhatsApp Image 2018-12-01 at 15.11.25
Adquira Missionários da Luz

Nessa obra, André trata de dois temas principais e correlacionados: a mediunidade e a reencarnação. Convidado a fazer parte de um grupo de trabalhadores por algum tempo, a fim de aprimorar-se em seus conhecimentos da vida em seus aspectos ainda não tão conhecidos no plano físico, o autor espiritual inicia sua narrativa em uma reunião mediúnica, onde são abordados os benefícios que são gerados aos espíritos desencarnados sofredores nessas reuniões e a importância do comprometimento dos médiuns com a tarefa. Percebe-se que apenas um dos trabalhadores presentes é médium em condições de atender aos espíritos naquele dia.

Desde o início até o final do livro, são colocados diversos abusos cometidos pelos trabalhadores encarnados que acabam atrapalhando, de certa forma, o trabalho espiritual, já que perturbam o ambiente com seus fluidos desequilibrados, necessitando de mais trabalho da espiritualidade para manter o trabalho em harmonia. São narrados os abusos do álcool, do sexo, da alimentação, da maledicência, entre outros, servindo de precioso alerta para nós que temos acesso às informações.

Logo no segundo capítulo é abordado o funcionamento da epífise, também denominada hipófise, principal reguladora dos processos de intercâmbio entre o mundo físico e o espiritual. São descritos diversos meios com que os espíritos se comunicam através dos médiuns, constituindo uma vasta gama de formas de mediunidade, com a narrativa de alguns dos mecanismos, os quais André aprofundará em obras posteriores.

Há ainda um caso interessante de suspeita de mistificação de uma médium, ao dar comunicação de um antigo conhecido da casa espírita a qual pertence. Por se mostrar mais esclarecido do que quando de seu desencarne e trazer alguns alertas para aqueles que permanecem na vida física, o espírito em questão é desacreditado dos familiares e a médium acusada indevidamente de mistificação.

O autor espiritual narra encontros realizados no mundo espiritual aos quais os espíritos encarnados, em desdobramento durante o sono, podem participar. Notando a ausência de dois convidados encarnados, um dos trabalhadores sai, com André em sua companhia, em busca desses irmãos, para encontrá-los presos a entidades menos esclarecidas que atraíram para sua psicosfera, por pequenos deslizes vibratórios cometidos durante o dia, o que não permitiu o devido preparo para o sono e as atividades espirituais a serem realizadas.

Conta-se sobre casos de obsessão e de passes oferecidos a encarnados em situação difícil e fica bastante claro que o benefício depende do esforço próprio de cada um, uma vez que, embora a boa vontade dos trabalhadores do bem, só há meios de auxiliar se o indivíduo estiver em condições de ser ajudado, assim como uma semente só brotará se o solo for propício.

São descritos alguns casos de socorro a espíritos, encarnados e desencarnados, por meio de pedidos de familiares com maiores créditos morais. Há um caso de prolongamento da vida física, pela necessidade de aprendizado apenas possível com mais algum tempo na carne para o indivíduo, assim como casos de espíritos que se encontravam em sofrimento desde a desencarnação e que são atendidos e acolhidos pelos trabalhadores espirituais graças à intercessão de seus familiares.

Em torno dos processos de renascimento de espíritos, há muitos casos relatados, ficando claro que não há dois processos iguais ou duas encarnações iguais. Cada caso é um caso (o que serve de alerta para as generalizações que costumamos fazer, tentando adivinhar as vidas passadas e futuras a partir de pequenos detalhes, sem analisar o todo). André descreve a importância do perispírito como molde do novo corpo em formação, o trabalho minucioso e carinhoso dos irmãos que trabalham diretamente nesses processos, o cuidado com que são programados os corpos e os roteiros das próximas encarnações. Até mesmo o espermatozoide é escolhido, mediante os genes necessários para aquele novo organismo! E aqui fica bastante claro o momento em que a vida se inicia no plano físico, algo tão debatido e ainda sem comprovação na ciência do mundo, mas já descrito nos livros de André Luiz: a vida começa na fecundação. A partir desse momento, o espírito já se encontra ligado às novas células e ao organismo materno.

Ainda tratando dos momentos da reencarnação, temos o famoso caso de Segismundo, cujo processo reencarnatório foi bastante trabalhoso, devido às reminiscências na mente do futuro pai relativas às dívidas a serem resgatadas com o nascimento do filho. Neste momento, fica evidente o cuidado da espiritualidade e o respeito àqueles seres incumbidos da tarefa de pais, pois não se realiza a fecundação até que aquele seres comprometidos com a tarefa estejam de acordo. Nenhuma violação do livre-arbítrio. Por isso acontecem os encontros entre os espíritos dos futuros pais e dos futuros filhos, a fim de se aproximarem e se harmonizarem para a futura convivência.

Em contrapartida ao sucesso do caso Segismundo, é narrado um caso de fracasso, em que uma grávida permanece em abusos dos prazeres mundanos, enfraquecendo seu organismo e debilitando aquele que seria seu filho. Tamanho é o abuso que o processo reencarnatório precisa ser interrompido, já que não há mais condições orgânicas para que o bebê se desenvolva.

Aqui quero fazer uma observação: como já colocamos antes, cada caso é um caso. Assim, não podemos dizer que todo aborto espontâneo é decorrente de abusos por parte da gestante. Essa generalização seria um erro e também desumana. Afinal, são vários os fatores que podem levar ao aborto espontâneo, não sabemos quais são as necessidades de cada um, pais ou filhos. Portanto, se você, cara amiga, sofreu um aborto espontâneo, não se culpe! Esse é apenas um caso, que pode representar alguns outros, mas não a maioria, que dirá todos.

Ainda falando em processos reencarnatórios, André Luiz coloca no livro que são vários os tipos de reencarnação e os programas envolvendo os reencarnantes. Existem aqueles espíritos missionários, já bastante evoluídos, que participam quase ou integralmente da elaboração de seu programa, como existem os que não tem a menor condição de opinar em suas próximas encarnações, tal a sua perturbação, sendo o programa proposto completamente pelos trabalhadores amigos. Há ainda, o que parece representar a maioria dos casos, as reencarnações de espíritos medianos, nem tão evoluídos, nem tão perturbados. Esses conseguem ter acesso a alguns detalhes de suas próximas encarnações, podendo, algumas vezes, opinar em um aspecto ou outro, mas ainda necessitando da aprovação de irmãos mais experientes.

Sei que o texto de hoje ficou bastante descritivo, mas é que eu queria mostrar a variedade e a profundidade dos assuntos tratados. Assim como os livros da mesma série já resenhados aqui, essa é uma obra que merece um estudo detalhado, uma leitura cautelosa. André Luiz, a todo momento, nos pede cautela, nos avisa para que valorizemos as dádivas dadas por Deus, das grandes às menores, que valorizemos cada dia, cada oportunidade. Que sejamos bons instrumentos para as tarefas do bem. Que nos esforcemos a cada dia. Que possamos ser o melhor que pudermos ser!

E para finalizar, deixarei aqui uma página polêmica (portanto, nem deixarei minhas próprias considerações) à respeito do consumo da carne, presente no capítulo 4 deste livro, intitulado “Vampirismo”.

Adquira Missionários da Luz

Boas leituras!

22792314_10212997098215502_6094221418729171256_o

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: