Sinal Verde

Iniciando as indicações de livros espíritas do ano, quero falar sobre um livrinho especial, que nos deixa às vezes de cabelos em pé. Estou falando do Sinal Verde, livro de André Luiz, psicografado por Francisco Cândido Xavier, cuja primeira publicação foi em 1972. Meu exemplar é de bolso, foi produzido pela editora Comunhão Espírita Cristã, compõe a 15ª edição e possui 168 páginas. (Você pode adquirir seu exemplar pelo link: Amazon)

SAM_6566
Adquira Sinal Verde

Este livro não conta uma história, nem desbrava conhecimentos diversos, mas é capaz de mudar a vida de uma pessoa. André Luiz discorre sobre 50 temas, cada um compondo capítulo diverso, na forma de lições valorosas para a nossa evolução enquanto ser humano. São lições simples, algumas até mesmo óbvias, mas necessárias, já que continuamente nos esquecemos (ou fingimos esquecer) das regrinhas básicas de boa convivência na sociedade e de bons cristãos. Na verdade, talvez seja um equívoco colocá-lo dentro da divisão cristã das religiões, pois serve a qualquer pessoa disposta à melhora pessoal.

Todas as lições são perfeitamente aplicáveis, indicando o devido proceder desde o momento em que acordamos, passando pela forma como nos portamos diante da família, conhecidos, no ambiente de trabalho e, até mesmo, nos encontros casuais em passeios na rua.

SAM_6567.JPG

Para quem já leu a coleção A Vida no Mundo Espiritual, do mesmo autor (e para quem não leu, fica aqui a dica), é clara a vivência de André Luiz após o desencarne. Em suas obras, o espírito comenta sobre a falta de preparo enquanto estava encarnado e todas as etapas de adequação à nova realidade pelas quais teve de passar. Além disso, o autor espiritual descreve algumas atitudes equivocadas e o remorso trazido pelas lembranças delas, indicando o desejo de ter procedido de maneira diversa. Assim, fica-nos a impressão de ser a intenção de André indicar o caminho a percorrer, como um irmão mais experiente e que já trilhou o caminho, conhecendo os pontos perigosos, as ervas daninhas e as armadilhas que podem ser encontradas.

Sinal Verde é um título que brinca com a ideia do trânsito, remetendo ao semáforo , que indica a possibilidade do tráfego de automóveis e pedestres em vias movimentadas. O planeta Terra é uma via de grande movimento, onde trafegamos diariamente, encontrando outras pessoas e necessitando de regras que nos permitam conviver em harmonia. É assim que Emmanuel, no prefácio da obra, nos diz:

“[…] se atacamos o princípio do bem ao próximo tanto quanto desejamos o bem para nós mesmos, podemos seguir adiante, guiando o carro da nossa vida para os domínios da elevação e do progresso […]”

Um livro precioso e indispensável para aqueles que querem instruções de como se portar em diferentes eventos da vida de acordo com a moral cristã, sem se importar com os puxões de orelhas que vem no pacote.

Adquira Sinal Verde

Boas leituras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: