Lázaro

Há ainda muitos mistérios envolvendo a figura de Lázaro. Estava ele realmente morto e fora resgatado dos vales da morte pelo Mestre? Ou será que estava em um estado de catalepsia, até então desconhecido pelo povo da época? Em seu romance ficcional Lázaro, J. Herculano Pires comenta as dificuldades que a personagem possivelmente viveu na sociedade judaica após ter supostamente ressuscitado, além de muitos outros aspectos bastante complexos. Lázaro é o segundo livro da trilogia A Conversão do Mundo, foi lançado pela primeira vez em 1971 e está em sua 11ª edição pela Paideia, com 416 páginas. (Adquirindo seu exemplar pelo nosso link na Amazon, você ajuda o blog a crescer!)

Adquira Lázaro
Lazaro4

O romance se inicia nos tempos atuais (ou no momento em que o autor viveu), com um personagem intrigante procurando a ajuda de um psicanalista para seus problemas. Após alguma relutância, como não conseguia ajudar o paciente pelos métodos convencionais, o profissional opta por utilizar a hipnose. É quando a mente do paciente regride e assume a personalidade de uma de suas encarnações passadas: Lázaro, o amigo de Jesus. Assim se sucedem as sessões, com relatos riquíssimos de como Lázaro fora resgatado do túmulo, como era sua convivência e a de suas irmãs com o Mestre, como fora para eles a vida após a crucificação, até o final surpreendente e emocionante.

O romance do renomado jornalista espírita J. Herculano Pires é uma ficção e faz parte da trilogia A Conversão do Mundo, com as obras Barrabás e Madalena, sendo que a primeira recebeu o prêmio do Departamento Municipal de Cultura de São Paulo em 1955, disputadíssimo à época. O livro é reconhecido como de grande qualidade literária mesmo fora do meio espírita, o que é uma grande conquista, já que dificilmente se vê obras espíritas discutidas e reconhecidas nos círculos acadêmicos ou entre os grandes nomes da literatura universal.

Lazaro7

A obra trata, principalmente, dos conceitos de pureza e impureza, já que Lázaro é considerado impuro pela sociedade por ter estado morto em sua concepção e os mortos são impuros para os judeus da época. Além disso, temos certo contato com a forma de vida dos leprosos de então e como o afastamento da sociedade interfere na sua forma de viver. Os ensinamentos de Jesus também estão presentes, mudando a concepção de pureza, das manifestações externas para o interior do ser humano.

Uma narrativa poética e envolvente, sem se tornar cansativa, apesar da época em que se ambienta majoritariamente. Por vezes sente-se que é um livro policial pelo caráter investigativo da obra. Recomendadíssimo!

Adquira Lázaro

Boas leituras!

Um comentário em “Lázaro

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: